Orador

Voltar

Rigoberta Menchú Tum

Ativista dos Direitos Humanos e Prémio Nobel da Paz 1992
País: Guatemala
Áreas de especialidade: Justiça Social

Rigoberta Menchú Tum

Rigoberta Menchú Tum é uma ativista guatemalteca, que recebeu o Prémio Nobel da Paz, em 1992, e o Prémio Príncipe das Astúrias, em 1998. Ela é membro e ativista do grupo étnico Maia K’iche’ e é uma importante defensora dos direitos indígenas e da reconciliação étnico-cultural na Guatemala.

O seu livro “I, Rigoberta Menchú” ganhou o prémio Casa de las Américas, em 1983, e foi traduzido em várias línguas. O texto consiste num testemunho, registado pela antropóloga Elizabeth Burgos, da história de Menchú e do seu povo, que lhe trouxe reconhecimento internacional. Posteriormente, publicou contos inspirados na história e tradições maias e a obra autobiográfica “Crossing Borders”.

Menchú foi nomeada Embaixadora da Boa Vontade da UNESCO (1995-2004), e ajudou a promover a primeira Década Internacional dos Povos Indígenas do Mundo. Ao longo dos anos, recebeu inúmeras distinções e prémios internacionais, incluindo mais de 30 títulos honorários de universidades por todo o mundo.

Todas as sessões de Rigoberta Menchú Tum